Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

IRREVERÊNCIA

Se é pra dormir, eu me acordo
Se é pra comer, me entrego á fome
Se é pra esquecer, eu me recordo
Se é pra esconder, digo meu nome.

Se é pra mentir, eu falo tudo
Se é pra sorrir, dou-me à tristeza
Se é pra aceitar, eu ponho escudo
Se é pra não ver, vejo a inteireza!

Se é pra chorar, eu abro os dentes
Se é pra matar, eu entrego rosas
Se é pra esfriar, lanço águas quentes
Se é pra expulsar, eu abro as portas!

Se é pra acabar, vou refazendo
Se é pra condenar, sigo perdoando
Se é pra pragmatizar, insisto contradizendo
Se é pra te odiar, permaneço te amando!
Reinaldo Ribeiro
Enviado por Reinaldo Ribeiro em 30/11/2007
Reeditado em 02/01/2012
Código do texto: T759059

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Reinaldo Ribeiro
São Luís - Maranhão - Brasil
1975 textos (150975 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 17/08/17 19:07)
Reinaldo Ribeiro