Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Uma rosa aos ventos biruta

A amiga a quem amo
Ainda ontem despetalava
rosa dos ventos. De tanto
que biruta eu movia-me
em pensamento mudo fiquei,
estático a sibilar um tempo
Esfuziando silvos tonantes
longos e curtos e longos
De um som achado breve
assim sem pesquisa tonto
Que vem lá de não sei onde...
Na preferencial, no entanto,
sei, como a palma da minha mão
que descobri o mapa da mina do amor
Ainda sem saber o que seja
Mas sonho que vá ser o que sonhei
que a achei mundana a mais
num caminho de luz e bem querer
Até sem carta de navegação
Deslembrado que estava pois
De tão bem sentir, amei.


(httpp://coisaegente.blogspot.com )
Adroaldo Bauer
Enviado por Adroaldo Bauer em 30/11/2007
Código do texto: T759810
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (De Adroaldo Bauer - http://coisaegente.blogspot.com). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Adroaldo Bauer
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 64 anos
773 textos (20727 leituras)
26 e-livros (1072 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/08/17 20:16)
Adroaldo Bauer