Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Dama de vermelho

Não era o teu vestido, não era
Mas vermelha estava e não era rosa
Mas macia estava e não era flor
Mas teu cheiro estava impregnado no meu corpo
Mas você não estava lá
E ao mesmo tempo estava
A dançar paralizada, a olhar-me cegamente
E tocar-me, mas sem dedos
Eram teus pés irreais que dançavam no meu peito
Eu era chão, era o vão entre os dois mundos
E em nenhum você estava
Nem no verso calado, nem na convulsão premeditada
Nem no tremor dos lábios
Nem em mim você estava.
Daniel Cavalcanti
Enviado por Daniel Cavalcanti em 02/12/2007
Código do texto: T761865

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Cavalcanti
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 31 anos
125 textos (3492 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/11/17 21:05)
Daniel Cavalcanti