Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

À noite no Rio

Agora em volta de mim tudo é silêncio
Não ouço estrondos das armas
Nem gritos de dor, apenas
No soprar do vento lamento
De um grande amor.

As granadas silenciaram-se
As sirenes silenciaram-se
O desespero acalmou-se
A bala que traçava o ar
Na arma engasgou-se, ouço
No soprar do vento apenas
Lamento de um grande amor.

Sei que esse silêncio é instável
Seu tempo de duração não posso
Precisar, que seja eterno enquanto
Dure essa calmaria, já vai raiar
O dia e todos continuem amando-se
E eu volte a ouvir, no soprar do vento,
Apenas o cantar de um grande amor.
R J Cardoso
Enviado por R J Cardoso em 03/12/2007
Reeditado em 03/12/2007
Código do texto: T762688
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
R J Cardoso
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
3171 textos (82359 leituras)
2 e-livros (437 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 23:26)
R J Cardoso

Site do Escritor