Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Letras 0216 - Adeus



Um adeus da cor do céu,
da luz, como da nossa música,
despedida pra que?
Depois vamos sentir falta.

Gritei meus pecados,
desisto de brigar pra ficar,
deixa-me, preciso me perder,
em corpo sem nenhuma dor.

Ainda vejo a cor do céu,
o sorriso depois de fazer amor,
ainda me vejo com juízo,
bem antes, muito antes de você.

Escreva o bilhete e cola na geladeira,
não me espera se for embora,
abra a porta e senta na beira,
quando chegar, vou e te beijo a boca.

Se um dia acabar,
tudo bem, não sei pra quem,
vou brigar, chorar,
nem vou despedir, vou é te buscar.

03/12/2007
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 03/12/2007
Código do texto: T763164
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
4429 textos (116807 leituras)
1 e-livros (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 07:55)
Caio Lucas