Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto




Quando me olhas... ( A quatro mãos )




Quando me olhas é com olhar de ternura,
Angelical, quem sabe, ou pérfido... não sei.
Olhar que se esquiva, que gosta e censura
De paixão e desprezo... jamais entenderei!

Assim, como louca me amas e me espreitas
Jubilo e lamento; me deixas cair em pranto
Confundes-me o teu jeito e para meu espanto
Vivo e morro sem entender as tuas desfeitas.

Olhas-me com o brilho de um olhar febril
Imantado farol que atrai e recusa
Feito chama sedenta que o corpo acusa
Num escudo que acolhe o desejo ardil.

Assim, faço o meu tempo virar tempestade
Na loucura que em meu peito, chega como pena
Por querer e amar um amor que condena
Por manter teu olhar dentro desta saudade.


Autores:

Afranncky
Charlyane Mirielle 










Obrigada pela parceria meu amigo Afranncky
http://www.sitedepoesias.com.br/poesias/24343
Que Deus te abençoe sempre
!

Charlyane Mirielle
Enviado por Charlyane Mirielle em 03/12/2007
Reeditado em 04/12/2007
Código do texto: T763679
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Charlyane Mirielle
Londrina - Paraná - Brasil
923 textos (121838 leituras)
8 áudios (1802 audições)
2 e-livros (460 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/08/17 14:58)
Charlyane Mirielle