Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Olho no Olho

Nem bem sei
O que nos destina a vida
Só sei que aprendi com o tempo
A cometer loucuras
E me perder no verde
A ver o remanso no mar
E remar contra a maré
Não sei somente o agora
Só sei que sigo o hoje
E a quem bem sabe
Que a noite acaba
Logo depois vem o dia
Ainda sei o amar
Seja o que for preciso
E não o que vier
A me acalmar nas ondas
Depois das ondas pedaços
De um mar tranqüilo
Depois do outro lado
Do lado escuro
Da lua apenas um olhar
Um olhar sereno
O teu olhar em mim
A me encontrar vazio
E me despir na rua
A encontra-te nua

Claudo Ferreira
Enviado por Claudo Ferreira em 03/12/2007
Código do texto: T763707
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Você deve citar a autoria de Claudo Ferreira e o site Recanto das Letras) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.

Áudio
Olho no Olho - Claudo Ferreira
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Claudo Ferreira
Tabuleiro do Norte - Ceará - Brasil, 53 anos
272 textos (38457 leituras)
81 áudios (6577 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 10:54)
Claudo Ferreira