Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Tolices de Amar, MAS EU AMO


 

Tenho no peito um coração apaixonado


QUE DE TANTO AMOR ENTROU EM DESATINO


Dita os versos tresloucados


PROFERE SANDICES, DEIXA O VERSO EM DESALINHO


Como soubesse o que não sei...


PROCURANDO RESPOSTAS DE ONDE NÃO VEM


Pensa que sou tolo


DIZ-SE TOLO, MAS NÃO O ÉS, POIS


Em amar-te sem nada receber...


DOU-TE, MUITO MAIS QUE MERECES


Confesso que pensei ser fácil


MAS BUSCO A PAZ NAS PRECES


Enrolar esse coração coitado


(QUEM MANDA BATER, ALUCINADO?)


Que não quer me compreender...


NÃO HÁ COMPREENSÃO, NUM SER APAIXONADO!


Não te amo como ele pensa


AMO-TE MAIS, MUITO MAIS


Tenho certeza que amanhã


NÃO HAVERÁ ADEUS, NEM PARTIDA


Mesmo que hoje me deixe


HÁ SEMPRE UMA NOVA SAÍDA


Vou te amar do mesmo jeito...


PARA TODA, TODA A MINHA VIDA


 





Minúsculas – Agostinho M. da Costa




MAIÚSCULAS – DENISE DE SOUZA SEVERGNINI

 
Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 26/11/2005
Código do texto: T76537

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916683 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 14:19)
Denise Severgnini