Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DUAS MENINAS

INDO A UM CANTÃO DESTAS MINAS
PASSEI POR CURVAS MIL, MIL PEDREIRAS
PASSEI LAGOS, RIOS E PALMEIRAS
E, ENCANTADO, DESCOBRI DUAS MENINAS

INDO A UM CANTÃO DESTAS MINAS
PASSEI MONTES PLANÍCIES E VALES
OUVI PÁSSAROS CANTANDO, AOS MILHARES
E, ENCANTADO, DESCOBRI DUAS MENINAS

INDO A UM CANTÃO DESTAS MINAS
OUVI LAVADEIRAS ALEGRES TAGARELANDO
OUVI O SOM DAS IGREJAS CANTANDO
E, ENCANTADO, DESCOBRI DUAS MENINAS

INDO A UM CANTÃO DESTAS MINAS
SOB CHUVAS, NEVASCAS E SÓIS
E VENDO O VAQUEIRO A TANGER SEUS BOIS
ENCANTADO DESCOBRI DUAS MENINAS

INDO A UM CANTÃO DESTAS MINAS
VISITANDO A FEIRINHA DA RUA
OUVINDO VIOLEIROS À LUZ DA LUA
DESCOBRI, ENCANTADO, DUAS MENINAS

INDO A UM CANTÃO DESTAS MINAS
COMPRANDO VERDURA EM MOLHOS
FOI NO NEGRO DOS SEUS OLHOS
QUE ENCONTREI DUAS MENINAS


Nelinho
Enviado por Nelinho em 05/12/2007
Reeditado em 05/12/2007
Código do texto: T765607

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Sobre o autor
Nelinho
Ipatinga - Minas Gerais - Brasil
635 textos (139896 leituras)
1 e-livros (43 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 23/10/17 19:24)
Nelinho