Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Relógio bate

Pássaro de ferro
Corta o ar do céu
Nuvens brancas passeiam
No dia nublado de verão
O sol esconde sobre as nuvens

Relógio bate
Na torre perdida
Luz cai sobre a terra
Nas noites de festa junina

Amor sobe ao céu
No ar quente da fogueira
Beijos aquecem as brasas
Do coração do forasteiro

Agora o tempo se foi
Seguro em suas mãos
O relógio parou de bate
Almas sobe para o céu
Edilley Possente
Enviado por Edilley Possente em 05/12/2007
Código do texto: T766050
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Edilley Possente). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Edilley Possente
São Paulo - São Paulo - Brasil, 51 anos
632 textos (25403 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/10/17 21:34)
Edilley Possente