Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

APELOS


  Estou pedindo clemência
  para ficar com você,
  com decência ou indecência.
  Quero com meu corpo,
  roçar o seu com ardor.

  Serei sua sem demora,
  a amante da hora.
  Hora do amor maduro,
  tão consciente, tão puro,
  que chega agora a doer.

  Minha boca pede a sua,
  o corpo pede o seu.
  A lua que está no céu,
  é crescente assim como,
  meu amor cresce no seu.
   
marlene andrade reis
Enviado por marlene andrade reis em 26/11/2005
Código do texto: T76626
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
marlene andrade reis
Taguatinga - Distrito Federal - Brasil
250 textos (12508 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 12:58)
marlene andrade reis