Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR DE BOLERO (1.4)

Sonetos de Malume.


Somente tu tens a fala dos anjos!
Botões que adornam, nos lares, arranjos!
Neste teu perfume, vou me embriagar,
No ar do teu cheiro, quero respirar!

Tu és o meu vinho, vou te consumir,
Beber teu amor, sonhar e dormir,
Viver pra te amar, é tudo que eu quero,
Sonhar nos teus braços, amor de bolero!


Tu és o meu alvo, meu tiro de sorte,
Amor que dá vida, arranca da morte,
Cativo em teu corpo, teu amor me ensina,

Que todo o carinho, ao homem fascina!
No tronco me prendes, com açoites de amor,
Tu és a mulher, que dobra um senhor!




Direitos autorais reservados.

Malume
Enviado por Malume em 26/11/2005
Código do texto: T76676
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Malume
Fortaleza - Ceará - Brasil
452 textos (16874 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 00:28)
Malume