Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Letras 0222 – Entrega



Vem, arma o corpo, atiro em você,
acerto seu sexo, seu desejo, seu prazer meu,
afie as garras, feito gata, enrosca louca,
faz-de-conta que tem medo, solta o fetiche.

Hoje não quero o olhar, nem sussurrar,
use a boca, o beijo, fica louca,
falo no seu ouvido um carinho, nem escuta,
mistura o suor, a pele, o grito, faz mais.

Joga o corpo inconseqüente na minha cama,
faz o tesão dominar, junta o sonho, mistura,
roda o corpo sobre o meu e alucina,
quero seu cheiro impregnado ao meu.

Escrevo linhas no seu nu, versos soltos,
cada palavra um êxtase, um gemido de sim,
solte o suspiro, caminhe passo a passo,
atreva-se ao desejo, submeta, sufoque o tesão.

Arrasta meu nome pelo beijo gemido de prazer,
desliza as mãos, o corpo, se entregue,
deixa o calor da boca entrar na minha pele,
não insisto, possuo, faço o êxtase ser real.

06/12/2007
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 06/12/2007
Código do texto: T767356
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 69 anos
4429 textos (116799 leituras)
1 e-livros (168 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 18/08/17 19:55)
Caio Lucas