Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

CHUVA NOS OLHOS

Se o pensamento
alimenta o riso,improviso
um verso para ouvir o meu.

Ando na chuva que me rasga
mansamente a carne...
Pele e espanto.

O céu, expele o pranto.

E eu?

Continuo meu vôo rasante
no pensamento/poema.
Molho a boca,no leito dessa
rua que me toca,chuva.
No peito dessa lua que
me provoca,pranto.

Na língua da pronúncia
que me devora,tanto.
E se o pensamento alimenta
a lágrima,vou embora...

Quase morrendo.

Quase chovendo.

Quase querendo,ser
ser intensamente
Tua.
Luciane Lopes
Enviado por Luciane Lopes em 06/12/2007
Código do texto: T767858

Copyright © 2007. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Luciane Lopes
Mirassol - São Paulo - Brasil, 46 anos
1215 textos (60427 leituras)
47 áudios (3088 audições)
1 e-livros (120 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 22/10/17 17:43)
Luciane Lopes