Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

QUEM SOU?

Numa grande vilela sem fim
Me encontro:
Passo a passo, decepcionado
Magoas, clamor
Tempestade fechada.
Relâmpagos clareia por segundos,
Não! Não! Não vejo mais nada.
Em cada relâmpago um passo
O medo, o choro, o clamor
Tudo me consome
Me engole...
Em cada relâmpago
Uma, duas, três vidas perdidas.
Encontradas ao meu clamor,
Não pare agora, não chore mais
Só se alegre,
Me acende um relâmpago
Ao fundo de minh`alma
Guiando-me ao fim do sem fim
Que e aqui...
luis Barreto
Enviado por luis Barreto em 07/12/2007
Código do texto: T768015
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
luis Barreto
Itapetinga - Bahia - Brasil, 34 anos
97 textos (3933 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 20/10/17 02:19)
luis Barreto