Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Ventania

Era como a brisa de um vento sem luar
Seus olhos sem explicação
O temor do olhar. Estático
Fiquei a lhe fitar, sem reação.

Assim, sem beijo, sem movimento
Sem dimensão. Flutuávamos em oceanos invisíveis
E submersos, ríamos das conchas e corais
E dos mistérios deixados para trás.

Plainando nos cérebros dos anjos
Correndo pelos giros e cíngulos de cristal
Como crianças sem par
Como crianças, corríamos sem saber onde chegar.

Mas um dia chegamos.
Daniel Cavalcanti
Enviado por Daniel Cavalcanti em 07/12/2007
Código do texto: T769190

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Daniel Cavalcanti
Teresópolis - Rio de Janeiro - Brasil, 30 anos
125 textos (3490 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 21/08/17 02:28)
Daniel Cavalcanti