Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De Repente Geo-Terra

sou a água que toca o teu corpo
sob as estrelas dos teus olhos
navegando em teu rosto
sorrisos e sonhos
desejos e músicas
pelo leito de um rio de pele
caço cachoeiras de sensibilidade
tua mão guiando minha mão
tua mente e minha mente em contato
simplesmente além da voz
minha canção nos teus poros
melodias e choros
cristais de fogo queimando os meus olhos
e tua imagem minha viagem
geo-métrica
geo-lógica
geo-terra
geo-amor
geo
um coração pequenino soprando energias gigantes
pela cauda de um cometa
fotografo cores de imaginação
sou o ar que toca a tua noite
sobre os sons da tua luz
cavalgando ecos perdidos entre raios de sol
a tua beleza carinhosamente atenta
à tua forma coberta do teu ser
apaixonadamente minha sensação possuindo gritos
nosso elo apaziguando nossas fendas
nossas revoluções pelo planeta
pelo universo
pelos sistemas
muitos de nossa igualdade
te ofereço o tudo
sinceramente qualquer coisa de mim
minha loucura
meu espelho
meu recomeço
e te peço um mesmo
realmente um certo poema
um certo olhar
um dois apenas
sou a terra que toca o teu silêncio em minha pele
e me revela gritos altamente meus
teus olhares
de repente momentos
e ficam lembranças do momento
de repente nós dois
de repente poesia
de repente
Carlinhos Pink
Enviado por Carlinhos Pink em 27/11/2005
Código do texto: T77082
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Carlinhos Pink
Fortaleza - Ceará - Brasil, 53 anos
49 textos (1337 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:18)
Carlinhos Pink