Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SERENATA DO AMOR PERDIDO

Cantei a imensa beleza
Do meu amor perdido
Que, às vezes, penso não ter existido,
Tal era a pureza, a nobreza...

Cantei em bela serenata
Com as palavras escolhidas
Dos momentos da vida
Que juntos partilhamos.

Tal foi a força do canto
Que meu coração estremeceu
Por sentir que cada nota
Era o som do riso seu.

E a voz não se calava.
Tinha a alma admirada
Da obra-prima musical
Que um amor pode compor

Na partitura de uma vida,
Mesmo depois da aliança partida
Os fragmentos podem ser reunidos
Compondo a valsa da saudade...

07/11/04

Maria Hilda de Jesus Alão
Enviado por Maria Hilda de Jesus Alão em 25/03/2005
Código do texto: T7756

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Cite o nome do autor). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Maria Hilda de Jesus Alão
Santos - São Paulo - Brasil
848 textos (338986 leituras)
19 áudios (10566 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 26/09/16 07:26)
Maria Hilda de Jesus Alão