Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
NOITE  DEPLORÁVEL



Naquele dia eu chorei,
Quando você me desprezou,
Lastimei o meu pranto,
No terrível fracasso.

Meu Deus! Sou infeliz,
Não mereço sofrer assim,
Não posso viver sem luz,
Lúgubre e sem esperanças.

Somente eu e a poesia,
Choramos no papel,
Durante a terceira estrofe.

A caneta tremia, tremia,
Um grande poema,
Eu construía naquela noite.

De um sacrifício deplorado,
Eu escrevia uma poesia,
Naquele papel sem alegria.




ERASMO SHALLKYTTON
Enviado por ERASMO SHALLKYTTON em 29/11/2005
Reeditado em 20/09/2011
Código do texto: T78252
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ERASMO SHALLKYTTON
Caxias - Maranhão - Brasil
4168 textos (2055942 leituras)
1 áudios (971 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 08:19)
ERASMO SHALLKYTTON

Site do Escritor