Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Certezas e acasos

Ainda que tenso
Penso
Ainda que senso tenha
O que falta
Talvez não me convenha

O sol tremula como bandeira
Meus sentimentos relaxam em uma banheira
As portas de meus olhos se fecham
Mas tu caminhas predadora
Leoa de meu ofegar

Sou uma criança coração de avô
Inquieta a brincar-te
Sereno como a paz que emudece
Quando aos meus braços
O mundo a ti esquece
És livre,
Faz o que te apetece
leandro Soriano
Enviado por leandro Soriano em 30/11/2005
Reeditado em 02/12/2005
Código do texto: T78721
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
leandro Soriano
Santos - São Paulo - Brasil, 59 anos
199 textos (8375 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 10:06)
leandro Soriano