Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

De peito aberto

Estou de peito aberto,
estou pronta,
para tiros de fuzil e metralhadora,
braços abertos, cabeça erguida e olhos fechados

Venham todos,
você, anjo, vampiro, justiceiro ou bandido,
estou de alma lavada,
coração pronto para um novo amor.

Venha,
e mostra que ainda vale a pena,
sonhar e esperar por alguém,
fechar os olhos e ver um sorriso,
de quem te quer bem.

Venha,
e mostra o que nunca vi,
outros sabores, outros lugares,
um novo por-do-Sol,
feito pelo teu sorriso.

Venha,
meu doce desconhecido,
estou aclamando,
orando, gritando,
esperando...

Venham
que o tempo não espera,
e me leva para longe de toda essa dor,
para dentro do teu peito,
para meu novo lar.
Claudia Rayzer
Enviado por Claudia Rayzer em 30/11/2005
Reeditado em 16/02/2012
Código do texto: T79237

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Claudia Rayzer
São Vicente - São Paulo - Brasil, 31 anos
139 textos (6844 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 16:03)
Claudia Rayzer