Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Prisioneiro

Quando tempo já passou
E você está tão viva
Sei que o tempo não desfaz
Uma linda historia vivida

Quanto tempo já se faz
Que não te vejo mais
Mas estás tão presente
É um amor que não desfaz.

Tantas coisas aconteceram
Que acabou nos separando
Mas o que sinto é muito forte
Me prendendo a você assim

Sou um sonhador ambulante
Contigo sonho a todo instante
Não me peça pra esquecer
São as lembranças que me faz viver.

Viver assim me faz sofrer
Mas não tenho outro remédio
Pois só quero te querer
Mesmo sabendo que não vou te Ter.

Já perdi a noção do tempo
Muitos tentam me acordar
Porem prefiro viver assim
Para mim a vida é sonhar.

Sou prisioneiro deste amor
Que instalou em meu coração
Ainda que ele cause tanta dor
Para que eu viva é minha razão.
Ataíde Lemos
Enviado por Ataíde Lemos em 01/12/2005
Reeditado em 01/12/2005
Código do texto: T79336
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre o autor
Ataíde Lemos
Ouro Fino - Minas Gerais - Brasil, 51 anos
5266 textos (1219296 leituras)
5 e-livros (11756 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 18:37)
Ataíde Lemos

Site do Escritor