Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PODERIA TER SIDO AMOR

COMO ME ARREPENDO DOS BEIJOS QUE NAO TE DEI.
DAS VEZES QUE EU QUERIA TE FALAR DO MEU SENTIMENTO,
MAIS POR CAUSA DO ORGULHO ME CALEI.
COMO ME ARREPENDO DE TER ME NEGADO A ESTE AMOR.

COMO ME ARREPENDO DAS NOITES QUE TE DEIXEI TREMER DE FRIO.
DAS VEZES QUE NAO FUI TE AMAR NAS MADRUGADAS,
DOS SONHOS QUE EU NAO QUIZ SONHAR COM VOCE.
COMO ME ARREPENDO TER DEIXADO O SILENCIO FALAR POR MIM.

COMO  ME ARREPENDO DAS ILUSOES QUE TROQUEI POR VOCE.
DOS BEIJOS QUE DEI EM OUTRAS BOCAS.
DAS NOITES DE AMOR E DAS MANHAS DE SOLIDAO QUE TIVE,
DE TER CALADO A VOZ DO MEU CORAÇAO.

COMO ME ARREPENDO DE NAO TER ATENDIDO SEU CHAMADO,
QUANDO PRECISOU DE MIM.
COMO ME ARREPENDO PARA ESTE AMOR TER VIRADO AS COSTAS,
HOJE PARA MIM FICOU A SOLIDAO COMO RESPOSTA.




Brione Capri

BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 01/12/2005
Código do texto: T79383
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1428 textos (66593 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 06:44)
BRIONE CAPRI