Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ROSAS SECAS

MUITAS VEZES QUIZ TE FALAR DO MEU AMOR,
MAIS ME FALTOU CORAGEM E CHANCES.
POR ISSO QUE JOGUEI PEDRAS NO SEU TELHADO,
POR ISSO QUE VIGIAVA SEU PORTAO.

ERA EU QUEM TOCAVA SUA CAMPANHIA,
SO PARA VER VOCE SAIR NA PORTA.
SOU EU QUEM AMO ESTE AMOR ANOMIMO,
INVENTEI PARA MEU DISFARCE OUTRO PSEUDONIMO.

FOI EU QUEM DEIXOU AS ROSAS NO SEU PORTAO,
PARA PEDIR UM SINAL PARA MINHA PAIXAO.
MAIS O SINAL QUE VOCE ME DEU,
FOI DEIXAR AS ROSAS SECAREM SEM UMA GOTA DE AMOR.

SOU EU QUEM TENHO POR VOCE,
O AMOR MAIOR DO MUNDO SEM FINGIR.
PERDOE-ME MINHA CORVARDIA,
DE NAO TER SIDO CORAJOSO O BASTANTE PARA ASSUMIR.

BRIONE CAPRI



BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 01/12/2005
Código do texto: T79432
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1422 textos (66563 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 18:10)
BRIONE CAPRI