Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Estes Versos

Escrevo-te estes versos
De coisas que nem sei,
De sonhos já quase imersos
Em mares que te chorei.

Nos versos a dor amarga
Vivida a cada instante,
Lapidada cada palavra
Tal pedras de diamante.

As lágrimas são minhas jóias
Guardadas na dor mais pura.
São turvas minhas memórias
Perdidas na noite escura.

Na noite sigo sem rumo
Por rua triste e pequena.
No peito me resta um túmulo
E a dor dorme serena.
Doador de Poemas
Enviado por Doador de Poemas em 01/12/2005
Código do texto: T79604
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Doador de Poemas
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 38 anos
42 textos (1358 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:58)
Doador de Poemas