Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NAQUELA MOMENTO:

Naquele momento:

Quando...
Os sinos da capelinha.
Dobrarem...
O orgão, tocar, Ave Maria.
Eu estarei perdido, e sozinho.
Porque sei, que neste momento.
Alguém estará, se casando.
Com a mulher que amo.
Ele esta roubando a de mim.
Tirou-me da vida a alegria.
Levando com ela, meu sorriso.
Minha vós...
Presa em minha garganta.
Não consiguiu, gritar.
Não vá...
Então, eu chorei.
Abandonei a capela.
Antes que ela dissesse sim.
Cabisbaixo caminhei, pela rua.
Tropeçando em minhas lagrimas.
Parecia-me que ouvia sua vós.
Dezendo, sim eu aceito.
Mas não foi, o que eu ouvi.
Naquele momento...
Sem véu e grinalda ela vinha.
Pelo meio da rua, chorava.
Jogou-se, em meus braços,
Pediu-me perdão, com um beijo.
Pediu-me, para ficar.


Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 02/12/2005
Código do texto: T79808
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147479 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 05:46)
Volnei Rijo Braga