Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

VOCE VIROU MEU VÍCIO

MEIA CANECA DE VINHO,
O ÚLTIMO TRAGO DA BITUCA DO CIGARRO.
MINHA PRAZEROSA LOUCURA.
A FUMAÇA PARECE DESENHAR UMA IMAGEM,
QUE MINHA LUCIDEZ NÃO QUER LEMBRAR.


UMA MAGOA SEDENTA...
UM DESEJO INSARCIADO...
BEBO MAIS A BEBIDA NÃO TIRA,
O GOSTO DA BOCA.
 DE QUEM EU QUERO TANTO ESQUECER.


FECHO OS OLHOS SINTO VOCÊ AQUI.
FUJO DESTE MUNDO DE TRISTEZA E SOLIDÃO
A LUCIDEZ QUANDO VOLTA,
MOSTRA QUE VOCE NUNCA ESTEVE NA MINHA PORTA
E MENOS NO MEU CORAÇÃO

FIQUEI DEPENDENTE DESTE AMOR,
QUE POR AMAR TANTO VIVO SOFENDO DE DOR.
CUNFUNDO AS PESSOAS QUE VEJO NA RUA,
PURA INOCÊNCIA NIGUÉM E IGUAL A VOCE.
NINGUÉM DISPEDIÇARIA AMOR COMO VOCÊ DISPERDIÇOU.


BRIONE CAPRI


BRIONE CAPRI
Enviado por BRIONE CAPRI em 03/12/2005
Código do texto: T80328
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
BRIONE CAPRI
Guarulhos - São Paulo - Brasil, 32 anos
1428 textos (66584 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 00:54)
BRIONE CAPRI