Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

SE EU DEIXAR DE EXISTIR

Virei ao mundo como chuva de verão
Para molhar o teu corpo, dar a ele o prazer de sorver
O sabor da natureza e por ela viver com emoção,
O deleite e a graça da magnífica arte de viver

Serei brisa em acalanto para o teu rosto refrescar
Ficarei em forma de sorriso, de amor e felicidade
Para que jovialidade contigo possa sempre estar
Serei a paz da tua alma que irá durar a eternidade!

Para trazer-te energia aquecer-te-ei com o meu calor
Serei sol e serei céu!   Serei o teu próprio Universo!
E para perfuma-la com o meu cheiro serei a tua flor!

Em ti ficarei como solfejo de uma afável sinfonia,
Para encantar a tua vida, sublimar os teus caminhos,
E farei enamorar-se de mim pela suavidade desta melodia


 
 
Caio Amaral
Enviado por Caio Amaral em 05/01/2008
Reeditado em 03/03/2009
Código do texto: T803476

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Caio Amaral). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Amaral
São Paulo - São Paulo - Brasil
251 textos (64978 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 19/09/17 19:52)
Caio Amaral