Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRANTO

Calo-me!
Já não sei o que pensar,
ou, se ainda penso
neste sofrido trajeto.

Não existe um estímulo,
tudo foge ao meu alcance,
não consigo dissipar
este momento triste,
sem sentido e difícil.

Não sei explicar,
 todo este emaranhado de coisas,
esta vontade de chorar...

Também não sei
a razão de querer me ausentar,
de entregar-me nos braços da solidão.

Procuro vasculhar intensamente
o motivo,
mas, somente
o vácuo consigo encontrar.
E, quando o encontro,
 concentro-me em suas profundezas,
sem medir as conseqüências.

Não sei mais aonde me agarrar,
 para me salvar,
se nada existe à minha volta,
que  comigo pareça se preocupar.

Diviso o além muito
 próximo,
e, às vezes, sinto
sua suavidade penetrar-me
pela porta do coração.

Busco junto ao infinito
uma solução,
que possa levar-me a usufruir
as iguarias da paz.





Visite:
http://www.recantodasletras.com.br/autores/wilsonocarvalho






Wil
Enviado por Wil em 03/12/2005
Código do texto: T80512
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84519 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 23:09)
Wil