Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

DELÍRIOS EM ALTO MAR

DELÍRIOS EM ALTO MAR
NUM BARCO DOIS PESCADORES
DOIS AMIGOS
DOIS IRMÃOS
UM PROFISSIONAL OUTRO AMADOR
FALAVAM AS DORES DAS PAIXÕES
E DE AMOR
A LAMPARINA LUZIA
UMA LUZ BEM FRACA
NA NOITE FRIA
QUE NEM AS SUAS VIDAS
SONHOS E DESILUSÕES PERDIDAS
NA FORMA DA CORRENTEZA DO MAR
ESTAVAM EM BUSCA DE UM NOVA DIA
OU DE UMA SEREIA
VIVIAM EMBRIAGADOS
SEM OS PÉS NA AREIA
INSEGUROS E DESILUDIDOS
COM A LUA E COM O SOL
NÃO TIVERAM INFÂNCIA
NÃO CONHECERAM BRINQUEDOS
A FOME FAZIA DELIRAR
SUAS FANTASIAS E IMAGINAÇÕES
BLOQUEANDO SEUS SONHOS
NÃO TINHAM COMO SONHAR
AGORA EU SEI PORQUÊ PEDEREAM
AS SUAS RAZÕES
NÃO CONHECERAM OS SEUS LIMITES
E NEM OS SEUS HORIZONTES
FAZIAM PEQUENINHAS ESQUIFES
SONHANDO
EM TER NELAS AS SUAS LINDAS
MENININHAS
ESPOSAS
FILHOS
E FAMÍLIA
MAS NADA DISSO PASSAVA
DE UMA GRANDE AGONIA


Milton Nunes Fillho
Enviado por Milton Nunes Fillho em 06/12/2005
Reeditado em 06/12/2005
Código do texto: T81593
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Milton Nunes Fillho
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 55 anos
1141 textos (460504 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 07:55)
Milton Nunes Fillho