Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMEI, MAS ERREI



Quando percebi, já era tarde
A noite findou, o sonho esvaiu-se
Tudo voltou às sombras, nem o sol
Núncio da nova manhã, iluminou o dia
Mais uma vez, eu dormi nos braços da saudade
Mestra dos meus mais cruéis dissabores
Se hoje, eu vivo em horrores, culpa minha, bem sei
Quantas vezes brinquei com alguém que tanto me amou
Se hoje padeço, mereci, fui infiel, desleal no sentimento
Quando chega a noite, felicidade brota, no sonho você
É presença constante e real...Não quero a claridade
Quero apenas poder repousar nos braços da saudade





Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 07/12/2005
Código do texto: T82263

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916712 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34110 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 18:01)
Denise Severgnini