Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Entorpecer

E ontem enquanto nossos corpos sentiam aquele calor...
Era como se pudesse respírar
Aquele teu mesmo ar.
Os toques da mão quente,
O beijo entorpecente.
A me fazer gritar.

Momentos que jamais seriam esquecidos.
No presente insignificante,
Do futuro a saudade distante.

E hoje o que vejo nas madrugadas?
As lembranças abandonadas
Na noite de amor que se passou.
O toque é solitário,
Como aquela blusa no armário...
Que ali ficou...
Da mesma forma que você deixou!

Nem fotos tuas com outro alguém,
Me magoam tanto quanto o desdém.
A mim, já não importa se com homem ou mulher
Se já me quis ou se ainda me quer.

Restaram as recordações nas paredes,
Na cama de lençol amarrotado,
E até no criado-mudo que sempre ficou calado.

SP 19/11/2005
HM Estork CCoelho
Enviado por HM Estork CCoelho em 09/12/2005
Código do texto: T83158
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
HM Estork CCoelho
São Sebastião - São Paulo - Brasil, 41 anos
927 textos (49175 leituras)
8 e-livros (486 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 02:04)
HM Estork CCoelho