Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

***A FORÇA DO AMOR***

***A FORÇA DO AMOR***

 


Quando você estiver triste me procure
se precisar de uma ajuda me chame,
se tudo estiver errado, estarei aqui,

Para te apoiar e te ajudar a concertar.

 

Feche seus olhos e pense em mim,

Você sempre estará em meus pensamentos.
Deixe fluir sua imaginação,

E onde eu estiver virei correndo.

 

Seguindo seus pensamentos,

Passando através da luz e do vento.
Na frente do tempo só para te encontrar,

Nosso amor e assim, inocente e puro.

 

E você sabe que meu amor e forte,

Eu virei correndo meu amor.

Para te encontrar novamente,

A onde eu estiver não medirei esforços.
 
Tudo que for necessário eu farei,

Nosso amor vencerá as barreiras do invisível.

Eu farei o possível e o impossível,
E só você chamar que aqui logo chegarei...




E logo eu estarei batendo na sua porta,
E você sabe, onde quer que eu esteja.
Eu virei correndo para te encontrar,

E novamente sentir o prazer de ti amar...

 


Somos duas almas com os mesmos desejos,

E a distancia se faz presente a todo o momento.

E nossos pensamentos voam além do infinito,

A procurar os nossos sonhos e desejos.


E você sabe, onde quer que eu esteja
Eu virei correndo para te encontrar.

E novamente nestes lábios doces minha sede saciar,

E na suavidade de sua alma irei descansar...

 

 

 

Autora Nadir Vilela

(direitos autorais reservados)

Em 10-11-2005 Brasil-Itatiaia-Penedo

 

Nadir Vilela Poetisa
Enviado por Nadir Vilela Poetisa em 10/12/2005
Código do texto: T83733

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nadir Vilela Poetisa
Itatiaia - Rio de Janeiro - Brasil, 52 anos
572 textos (84746 leituras)
63 áudios (23024 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 08:59)
Nadir Vilela Poetisa