Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ESNOBE:


Esnobe:

Ao vê-la
Passar na rua
Quem diria que você era.
Aquela menina esnobe
Que morava na minha rua.
Que não olhava para ninguém
E quando olhavas.
Era com um olhar de desdém.
Para que ninguém se aproximasse.
De você, vivias sempre sozinha.
Até aquele dia que a convidei para sair.
A principio quisestes me dizer não.
Quando quis ir embora não deixastes.
Pediu-me para ficar com uma condição
Só ficavas comigo em sua casa
E, que eu jamais a convidasse.
Para irmos a um motel...
Pois não era garota de programa.
Hoje olho para ela em minha cama.
Abraçada a meu corpo cheia de desejo.
Pedindo-me, entre beijo para ama-la.
Rolo sobre ela saci-o seus desejos.
Entregando-me a ela de corpo e alma.
Sem pensar na menina esnobe de antes.
Só penso na mulher, hoje a meu lado.
Que agora me ama, e me da prazer.

Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 11/12/2005
Código do texto: T84605
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147484 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 20:45)
Volnei Rijo Braga