Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto
DESCOMPASSO DO TEMPO



Estou confuso,
Não consigo pensar,
Acho que tristeza mata,
Por não te encontrar,
Procuro ficar alegre,
Transparece um mero sorriso,
Não consigo,
Quando vejo semiaberta,
A janela do teu quarto,
Relendo a minha poesia,
Deixada nas altas madrugadas,
Perdoe-me pelas esperanças,
Atordoadas pelo meu tempo,
Estando no escritório,
Ou até mesmo em audiência,
O descontrole é imenso,
As horas não passam,
O tempo é preguiçoso,
Nos ponteiros do meu relógio,
Passo as páginas do processo,
E só vejo você na minha mente,
Minha ambição é completar,
Àquele grande encontro,
Que por causa de uma audiência,
Transformou intempestivo e influente,
Vou acertar desta vez o teu pedido,
Nem que faça sol ou chuva,
Vou adiar qualquer audiência,
Vou deixar para trás qualquer intruso,
O importante neste dia,
É o nosso encontro sem nostalgia,
Não importa as horas,
Vou correndo ao teu chamamento,
Matar as aspirações arraigadas,
Dentre nós será um firmamento.


Caxias(02/04/1989)

ERASMO SHALLKYTTON
Enviado por ERASMO SHALLKYTTON em 12/12/2005
Reeditado em 28/09/2011
Código do texto: T85084
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
ERASMO SHALLKYTTON
Caxias - Maranhão - Brasil
4168 textos (2054853 leituras)
1 áudios (971 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:10)
ERASMO SHALLKYTTON

Site do Escritor