Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRISIONEIRA DO AMOR


PRISIONEIRA DO AMOR

Perante tanto amor dedicado
A minh’ alma fica pressionada
No peito, fazendo a vontade
Desse nobre sentimento...
Sujeita-se à solidão,
Diante de você,
Diante do amor.
A minh’ alma deixou de ser
Imaculada pelo o sofrimento,
Que esse amor lhe causou.
Ela ficou dolorida e triste
Saboreou o amargor,
Embriagada pela dor...
Hoje é ébria,
Em busca de solidão,
Fruto da vivência humana,
Fruto da sarjeta...
Minh’ alma, tal mulher madura,
Sofrida, as vezes infantil,
Algumas  vezes uma Diva,
Outras uma ninfeta ...
Muito cedo ficou
Marcada pela dor...




Luiz Alberto Simon
Enviado por Luiz Alberto Simon em 14/12/2005
Código do texto: T85741
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Luiz Alberto Simon
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil, 64 anos
12 textos (345 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 09/12/16 19:43)