Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0532 - Noite passada



Noite passada lembrei algumas coisas nossas,
lembro sempre,
cheguei a desenhar seu corpo no teto do meu quarto,
seu rosto,
seus lábios,
cada detalhe que vejo,
que sinto.

Seu sabor me veio a boca,
seu gosto depois do banho, a pele...
O jeito como deslizo sobre seu dorso nu,
minhas mãos passeando pelo seu rosto
entrelaçando pencas de cabelos entre meus dedos,
o abraço sem o corpo,
o beijo sem a boca
e aquela forma que fazemos amor...

Todas, muitas, milhares de vezes
que enxugamos nossos corpos com o outro,
secamos, até que molhamos novamente
e secamos as lágrimas, os passados,
os futuros... tudo passou,
até e enquanto nosso hoje for agora,
ficaremos eu e você, você e eu...

Serei, seremos tantos amantes e um,
dois e sem nenhum adeus,
como a lua e o sol em eclipse,
como onda e areia,
como vento e montanha,
até que me ame, até que um dia grite meu nome do céu
e só assim voaremos além dos mundos...
até Deus... até Amor

14/12/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 14/12/2005
Código do texto: T85759
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116249 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 07/12/16 16:56)
Caio Lucas