Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Poema 0535 - Ponte


 
Sou metade ponte, metade espaço,
pedaços soltos de carne e vida,
sou ponte esperando pela sua metade,
rastros apagados à beira do abismo.
 
Minha alma é parte de concreto espalhada,
um corpo dividindo milhares de sentimentos,
cada inteiro é metade,
cada metade se fará inteira com outrem.
 
Espero deste lado da minha metade ponte,
até que outra parte complete a estrutura,
poderei então sentir a alma e o vento,
abrindo caminhos além dos sentidos, além da vida.
 
16/12/2005
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 16/12/2005
Código do texto: T86555
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116243 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 06:22)
Caio Lucas