Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

NAQUELE BAR:


Naquele bar:


Naquele bar...
Junto ao balcão.
Ouvia com atenção.
Alguém, que cantava.
Uma linda melodia.
Chamei o garçom,
A ele perguntei quem era,
A moça que cantava...
Respondeu-me que não sabia.
Havia, chegado há pouco.
Sem dizer, de onde vinha.
Apenas pedira, para cantar.
Uma canção para alguém.
Ali naquele bar...
De repente sua voz,
Triste voltou, a cantar.
Uma nova melodia de amor.
Falando de alguém do passado.
Que havia lhe abandonado.
Naquele mesmo bar.
Uma lágrima traiu-me,
Naquele momento.
E rolou pelo meu rosto.
Então chorei de verdade.
Aquele homem era eu!


Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 17/12/2005
Código do texto: T86888
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147467 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 10:28)
Volnei Rijo Braga