Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Refém Das Estrelas

Quisera eu
O vento controlar
Para que não sacudisse as folhas quietas no chão.
Mas ele sacudiu.
Ventou forte em mim
Descompassou meu coração
E trouxe-o pra mim.

Sempre o inesperado
Sempre forte
Sempre ousado.
O destino conspira
E quer que eu acredite em acaso...

Quisera eu negar
Mas é tão forte que chego a acreditar
Que somos reféns das estrelas sim
E só cabe a nós aceitar.

Venta então!
Venha o que vier...
Bata de frente comigo
Olho no olho
Como quiser.

Testa-me!
Provoca meu ego...
Não sei se é um trânsito astrológico
Mas Vênus está perto...
Pois me exala pro mundo
E te trás para perto.

Ká Butterfly
22.11.05
Carolina Salcides
Enviado por Carolina Salcides em 19/12/2005
Código do texto: T88194
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Carolina Salcides
Porto Alegre - Rio Grande do Sul - Brasil, 36 anos
133 textos (51331 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 11/12/16 04:28)
Carolina Salcides