Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Nem sei se sabes...


Escondida,
Através da janela te vejo passar.
Meu coração dispara,
O ar me falta,
Minha cabeça gira,
Meus desejos afloram.
Não me notas,
Nem sei se sabes que eu existo.
És tão tudo,
E eu tão nada.
Queria poder te arrancar do peito,
Não sentir essa dor de amar e não ser amada.
Não sei se é loucura,
Fixação,
Sonho ou delírio,
Sei o que sinto,
Sei o quanto minha alma te pede,
E meu corpo te chama,
Te precisa.
Essa dor que atormenta,
Esse grito que não sai da garganta.
Este insensato coração que insiste em te querer
Não se importando o quanto me faz sofrer.
Eu sigo calada,
Prisioneira deste amor sem amor,
Nem sei se sabes...


Beijos "ÐäMå Ðë ÑëG®ö"


***
Dama De Negro
Enviado por Dama De Negro em 19/12/2005
Código do texto: T88238

Copyright © 2005. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Dama De Negro
São Paulo - São Paulo - Brasil
1890 textos (146139 leituras)
2 e-livros (329 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:54)
Dama De Negro