Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

AMOR ADEUS



Quando a chuva cessou seus pingos
Rompeu-se em mim o cordão umbilical
Rasguei a certidão de nascimento,pois
Só a meu íntimo diz respeito meu gentilício
Cada grão de areia espumado pelo mar
Responde como cota da insatisfação
Permeante da minha vontade insólita
Chega de ditames ditatórios, carta de alforria
Liberta sob jugo de alegria...Ilusão!!!
A lógica matemática afirma duas negações,
Mas até Pedro negou ao Criador... Sem dor,
Nego-te mais que três vezes.Rejeito,beijo
Sem emoção...mecanismo de robótica...
Afinal, a que minha carne te serve,
Se não sou o prato principal?
Acabou a brincadeira...
Devolva a minha esteira...
Outra praia está a minha espera...
Quero bronzear-me em outra areia!
Amor adeus!

Denise Severgnini
Enviado por Denise Severgnini em 23/12/2005
Código do texto: T89904

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, criar obras derivadas, desde que seja dado crédito ao autor original (Denise de Souza Severgnini http://www.denisesevergnini.recantodasletras.com.br) e as obras derivadas sejam compartilhadas pela mesma licença. Você não pode fazer uso comercial desta obra.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Denise Severgnini
Novo Hamburgo - Rio Grande do Sul - Brasil, 57 anos
11345 textos (916665 leituras)
16 áudios (8882 audições)
311 e-livros (34109 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 02/12/16 22:23)
Denise Severgnini