Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

ENDOIDOU DE VEZ:

 

Hoje sai a rua.
Apenas para passear.
Este era o meu pensamento.
Até, que eu parei na rua,
Para dar licença, a uma mulher.
Que apressada não via ninguém.
Como se fugisse de alguém.
Passou como, um, furação.
E se foi rua fora, logo pensei.
Esta endoidou de vez.
Enquanto a seguia com o olhar.
Só para ver onde ela estava indo.
Ela dobrou a esquina, eu fui atrás.
A curiosidade me levou com ela.
Não vi mais ninguém, fui em frente.
Fui encontra-la, numa pequena loja.
Onde discutia com a funcionaria.
Resolvi entrar, me sentindo estranho.
Tremi, quando ela se virou perguntando.
O que o Senhor quer umas calcinhas.
Não viu que esta, e uma loja feminina.
Sim, fui logo respondendo, por isso entrei.
Mas não quero calcinhas, quero a dona.
Se ela aceitar meu convite, para jantar.
Disse isso, e fui para a rua esperar.
Bem ela aceitou, mas, o resto conto depois.


Volnei Rijo Braga
Enviado por Volnei Rijo Braga em 27/12/2005
Reeditado em 27/12/2005
Código do texto: T90786
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Volnei Rijo Braga
Pelotas - Rio Grande do Sul - Brasil, 69 anos
2314 textos (147475 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 08/12/16 04:22)
Volnei Rijo Braga