Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

MEDO

Sim, confesso
tenho medo perdê-la
e com você o amor infinito
que me deleita que faz bem
e que torna tudo mais bonito

Tenho medo de não mais
sentir o teu calor,
de não poder abraçá-la como tem sido
de não mais contar com teu ombro amigo

Tenho medo de perder teus beijos ardentes
de não poder despí-la mesmo em pensamentos,
não presenciar os teus caprichos de mulher
teus encantos, tua forma de ser

Tenho medo de não ter mais teus braços
onde durmo, onde sonho
onde me torno mais macho...

Tenho medo de perder tua companhia
de não sentir o cheiro da mata
ao anoitecer, de não mais
escutar o silêncio romântico a nos rodear
e deixar de sentir todo o bem que você me faz

Tenho medo de deixar
de ouvir com você o apito
do trem perdido lá na mata,
e não mais ver a fumaça que dele escapa

Tenho medo de não ver
o nascer da lua
e sem você deixar de sentir a mística
coisas do amor que só a razão explica..

Tenho medo de não poder
envelhecer ao teu lado,
e assim tornar-me
um andarilho amortalhado
e pela vida ser mais um atormentado

Sim, confesso
tenho medo que nosso sonho seja desfeito...

                                                     
Visite.
http://www.recantodasletras.com.br/autores/wilsonocarvalho
 

Wil
Enviado por Wil em 27/12/2005
Código do texto: T91004
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Wil
São Paulo - São Paulo - Brasil, 81 anos
2613 textos (84514 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 22:33)
Wil