Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

PRÓLOGO DO AMOR

Amar sem esperança
de ser correspondido
fez de mim um poeta solitário,
que busca incessantemente
encontrar um novo amor,
que não mais me faça escravo
dos amores impossíveis
que eu sempre procurei,
mas que nunca encontrei.

Quero amar e ser amado,
dar carinho e receber
sempre na mesma medida,
pois se eu tenho tanto amor pra dar,
não quero desperdiçar
com alguém que não me ame.
Meu coração é pequeno,
mas o tamanho do amor
que dentro tenho guardado,
transforma esse meu peito
num imenso oratório,
com mensagens tão serenas
que parecem preces líricas,
rezadas à luz do luar.

Se eu puder encontrar
esse amor que quero "amar",
não importa de onde venha
mas que seja minh'alma gêmea,
que seja minha guarida
nas tempestades da vida,
que seja o ombro amigo,
nos momentos de agonia,
que jogue minha tristeza
bem longe, aos quatro ventos,
e compartilhe comigo
toda vitória e alegria.
Será que existe esse amor?
Espero algum dia encontrar!

There Valio
Enviado por There Valio em 29/12/2005
Código do texto: T91944
Classificação de conteúdo: seguro

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original. Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
There Valio
Pilar do Sul - São Paulo - Brasil, 74 anos
730 textos (78008 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 05/12/16 22:53)
There Valio