Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Mónticola solitarius

Primeiro em espanhol e abaixo em português. Já sabem meu sistema.

Em espanhol

Mónticola solitarius

Nota: Montícola solitaria, es el nombre del ave que escogí para representar a mi esquivo amor. Un ave hermosa de alas azuladas, su alma representa al abandonar el cuerpo, que se libera para volar a mí desde la lejanía, con el único fin de estar espiritualmente conmigo.

Mónticola solitarius

Aquella mañana te vi llegar a mi ventana,
junto a las primeras luces del día.
Me acerqué para admirarte,
mi bella ave perdida...

Pero percibiendo el peligro,
te alejaste de inmediato.
Desplegaste tus alas azulinas...
y volaste hacia una rama en lo alto.
Todavía mirando hacia mi ventana,
tenías miedo, pero me querías ver.

Buscando refugio de mí,
me observabas desde lejos...
A través de este muro transparente...
Mi ventana portal de sueños.
Deprisa calcé mis pies y salí a buscarte...
Tú temías encontrarme... Que te declarara mi amor.
Huiste vida mía...No me esperaste..

Quizás no estabas preparada...
En pleno vuelo te vi partir...
Dejándome sola y desesperada...

A mi avecita solitaria. Mi amor de verano...

Y para ti alma enamorada. Te lo dedico...


Em português

Nota: Montícola solitária, é o nome do ave que escolhi para representar a minha esquivo amor. Um ave formosa de asas azuis, sua alma representa ao abandonar o corpo, que se libera para voar a mim desde a lonjura, com o único fim de estar espiritualmente comigo.
Mónticola solitarius

Aquela manhã te vi chegar a minha janela,
junto às primeiras luzes do dia.
Acerquei-me para admirar-te,
minha bela ave perdida...

Mas percebendo o perigo,
afastaste-te de imediato.
Despregaste tuas asas azuis...
e voaste para um ramo no alto.
Ainda olhando para minha janela,
tinhas medo, mas me querias ver.

Procurando refúgio de mim,
observavas-me desde longe...
Através deste muro transparente...
Minha janela portal de sonhos.
Depressa calcei meus pés e saí a procurar-te...
Tu temias encontrar-me... Que te declarasse meu amor.
Fugiste vida minha...Não me esperaste..

Quiçá não estavas preparada...
Em pleno vôo te vi partir...
Deixando-me só e desesperada...

A meu ave solitária. Meu amor de verão...

E para ti alma apaixonada. To dedico...

Pd: Duvido muito que exista a rima em português, ainda que devo aclarar que em espanhol sim rima.
Nathalie Mcleod
Enviado por Nathalie Mcleod em 29/12/2005
Código do texto: T92017
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Nathalie Mcleod
Venezuela, 36 anos
5 textos (194 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 18:30)
Nathalie Mcleod