Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOJE EU QUERO TE AMAR ASSIM (4° DIA)

HOJE EU QUERO TE AMAR ASSIM (4° DIA)
®Lílian Maial


No chuveiro,
gotas escorregando macias,
brincadeira de montanha-russa,
caem do rosto, suavemente,
para os ombros fortes,
para o peito,
os biquinhos tímidos,
para o ventre peludo.

Ah! Esse contato com o corpo molhado,
esse bailar da água na pele,
esse desejo líquido,
a descer pelas coxas,
a formar poças sob os pés fincados,
despencados da nascente do rio torto.

Hummm... quem resiste ao apelo,
à imagem ofuscada pelo vapor,
ao contorno insinuado dos quadris,
ao perfil tão bem talhado nas sombras?

Não há barreiras, não há blindex,
Não há paz, nem recato,
Só há o pejo,
O saborear,
O olhar...

Não há frestinhas nesse banho,
colado o corpo,
livres as mãos,
a boca busca,
falo,
encaixe perfeito,
o nome é um grito,
um vulto bonito,
na parede.


**************



Lílian Maial
Enviado por Lílian Maial em 31/12/2005
Código do texto: T92896

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (cite o nome do autor e o link para o site "www.lilianmaial.com"). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Livros à venda

Sobre a autora
Lílian Maial
Rio de Janeiro - Rio de Janeiro - Brasil
1158 textos (248689 leituras)
21 áudios (13707 audições)
3 e-livros (1280 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 06/12/16 01:15)
Lílian Maial

Site do Escritor