Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

Hoje me sinto poeta



     Hoje me sinto poeta,
  para um poeta é tudo
   mais ou menos,
 é muito ao norte
ou tudo ao sul,
  apaixonado ou solitário,
  é anjo ou demônio,
  outras vezes um capeta,
um doce amalucado amante
  escrevinhador de absurdos.
 
  Hoje me sinto poeta,
            tudo no poeta tem que ser muito...
Não serve só um tanto....
  Os sonhos têm cores demais,
têm amor demais,
  têm brilhos demais
  ou escuridão demais...
 
 Na cama ....
Tem que ter mulher...
  Tem que ter paixão..
  Tem que ter solidão...
  Tem que ter dor...
  Tem que ter sabor...
  Tem que ter amor...
Tem que acabar em sonhos....
 
Sou louco...
   Sou poeta...
            Um poeta tem que ser muito,
pouco...
Nenhum...
 
  O poeta é homem menino,
    por vezes menino homem,
    para sentir mais...
   Sofrer mais...
   Dormir menos...
Chorar por flores
   e não pela sua vida.
 
   Para ser um poeta?
  Tem que ser radical,
intempestivo,
  maluco...
            Não... não precisa quase nada...
Um papel...
 Um lápis...
 Uma musa...
            Hoje me sinto poeta, tenho você!
Caio Lucas
Enviado por Caio Lucas em 01/01/2006
Código do texto: T93172
Classificação de conteúdo: seguro
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Caio Lucas
São Paulo - São Paulo - Brasil, 68 anos
4429 textos (116253 leituras)
1 e-livros (166 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 10/12/16 22:52)
Caio Lucas