Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

RELÓGIO BIOLÓGICO.

Um clima de suspense no ar...
O coração em festa coloca-me pressa
Corro de um lado para o outro
Sem direção neste sufoco
De repente pareço uma adolescente
No primeiro encontro
O marcador do tempo anuncia
Que é chegado o momento
Será que tudo está perfeito?
Os olhares se encontram
Lábios sedentos se procuram
As mãos trêmulas em carinhos
Os corpos se ocupam em desejos
Na ardência de um amor sem pudor
Neste instante num relance
Desligo o meu relógio biológico
Entre as quatro paredes deste quarto
O amor se faz lento neste leito
Quero sorver aos poucos e sem pressa
Estes sublimes momentos.

 
Uma Mulher Um Poema
Enviado por Uma Mulher Um Poema em 04/01/2006
Reeditado em 30/04/2015
Código do texto: T94588
Classificação de conteúdo: seguro

Copyright © 2006. Todos os direitos reservados.
Você não pode copiar, exibir, distribuir, executar, criar obras derivadas nem fazer uso comercial desta obra sem a devida permissão do autor.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre a autora
Uma Mulher Um Poema
São Paulo - São Paulo - Brasil
2885 textos (497052 leituras)
75 áudios (27394 audições)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 04/12/16 00:01)
Uma Mulher Um Poema

Site do Escritor