Capa
Cadastro
Textos
Áudios
Autores
Mural
Escrivaninha
Ajuda
Textos
Texto

HOJE ME SENTEI AO REDOR

Hoje me sentei ao redor
Dessas paisagens quase toscas
No deserto seu pensar errante
Onde partia os tão imponentes
Dizeres d’alma cansada.

Quem fugiria dessa circunstância
Num desajeito de cantar
Embalava a noite lúgubre
Dissabor de estar no ponto alto

Arrependo os dias de não saber
Como me fascinava essa vocação
De fazer em contas coloridas
Sumir todo o mais profundo sono

Empreenderia minhas poucas forças
Na perseguição de um momento
Em que me dirias apenas
As pausas de nosso maior desejo

Figurantes princípios de uma juventude
E parei certamente na calmaria
Fortuita mensagem dos tempos
Plenos e até muito singelos
Alcançados pelo intenso prazer.

                   
Julio Alves Filho
Enviado por Julio Alves Filho em 05/01/2006
Código do texto: T94669

Esta obra está licenciada sob uma Licença Creative Commons. Você pode copiar, distribuir, exibir, executar, desde que seja dado crédito ao autor original (Julio Alves Filho). Você não pode fazer uso comercial desta obra. Você não pode criar obras derivadas.
Enviar por e-mail
Denunciar

Comentários

Sobre o autor
Julio Alves Filho
São Paulo - São Paulo - Brasil, 53 anos
233 textos (13515 leituras)
(estatísticas atualizadas diariamente - última atualização em 03/12/16 07:48)
Julio Alves Filho